segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Das pessoas que não conseguem enfrentar o que não está bem.

Ontem à noite, vi uma reportagem na RTP1 "O Sexo e a Idade". Falava da forma como os portugueses encaravam o sexo e tudo o que o envolve, de acordo com a perspectiva de várias pessoas em diversas faixas etárias. 
Numa fase da reportagem, falava-se de um site de encontros "Second Love", onde só estão inscritas pessoas casadas, que procuram outra pessoa para além do marido/esposa. Procuram o perfil que pretendem numa lista imensa e depois entram em contacto com o escolhido/a. 

Oh pah isto faz-me muita confusão. As pessoas se estão casadas e não estão satisfeitas com o casamento, se a pessoa com quem casaram não está a corresponder, seja de que forma for, às expetativas que tinham, porquê manter-se num casamento de fachada? Minha gente, se estão a procurar outra pessoa, é porque algo não está bem na relação que têm em casa. E que tal porem as cartas na mesa e falarem abertamente sobre o que os incomoda com o respetivo/a marido/esposa, em vez de procurarem outra vida paralela?

Uma das entrevistadas dizia que se tinha apaixonado pela pessoa que conheceu no "Second Love" mas que não lhe passava pela cabeça acabar com o casamento que tinha. O mais estranho é a forma como as pessoas conseguem viver assim.

Ou sou eu que não vivo neste planeta ou então sou muito antiquada.

3 comentários:

medusa disse...

viver uma mentira não é fácil...

Letrinhas disse...

Eu também devo ser antiquada então, pois tenho a mesma opinião que tu.
E sinceramente, espero morrer antiquada :)

desabafosemrodape disse...

ouvi falar na reportagem,. não vi. a crer no que dizem os entrevistados, anda meio mundo a querer enganar outro meio. não há como compreender estas teorias.