domingo, 5 de janeiro de 2014

No topo é outra perspetiva.



Quando era mais nova, adora futebol. Nunca me considerei uma Maria-Rapaz, mas adorava ver futebol. Não jogar, isso não, que eu não tinha jeito nenhum. Mas ver jogos do meu Porto, com o meu pai, era algo que eu não perdia por nada. Os meus ídolos da adolescência eram aqueles os meninos das boysband e alguns jogadores do Porto.
Com o passar do tempo, o amor pelo futebol foi acalmando. Continuo a ser portista de coração, isso é coisa que nunca se perde, mas já não sigo os jogos religiosamente. Sou portista mas nada de sofrer nem chorar. 
Este fim de semana tivemos convites para ver um jogo no Estádio do Dragão. 
Ok, vamos lá, sem hesitar muito. Ver um jogo num estádio nunca é a mesma coisa que ver no sofá de casa. Mas melhor ainda foi vê-lo num camarote. Já tinha ido ver jogos ao vivo mas num camarote nunca. E digo-vos já que é coisa que, se me convidarem outra vez, eu nem penso muito. Tem as suas vantagens: ver futebol e ter uma mesinha cheia de coisas apetitosas ali ao dispor é bem agradável. 




E hoje acordei e soube que Eusébio tinha morrido. Não posso deixar de dizer que todos nós, independentemente do clube, lamentamos a sua morte. Foi uma pessoa que levou o nome de Portugal além fronteiras.

7 comentários:

Nicki C. disse...

também sou do Porto mas nunca liguei muito ao futebol x)
R: AHAH, pais x)
Obrigada :)

Ovelha Flor Guerreira disse...

Eu adoro ver futebol no estádio!

ML disse...

Tenho lugar anual no Dragão, e já tive oportunidade de ir algumas vezes ao camarote e é um verdadeiro luxo! :)

O nosso Dragão é lindo!

Letrinhas disse...

Aiiii que inveja :)

Suricate disse...

Sou do Porto, adoro futebol, mas nunca tive a sorte de ir ver um jogo...agora está prometido levar lá as meninas, mas tem de ser num jogo "caseiro" se não tenho receio.

Eva Luna disse...

Mas que bem :)

Beautiful Day disse...

Não sou grande adepta de futebol. Gosto de ver jogos da seleção e pouco mais. Mas acredito que, num estádio, é sempre diferente.