quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Quantas horas passa a trabalhar?

Hoje vi uma notícia que dava conta que as autarquias de Lisboa e Porto tinham assinado um acordo com uns sindicatos para que os seus trabalhadores continuassem a fazer as 35 horas de trabalho semanais, em detrimento das 40h que o Governo estabeleceu para os funcionários públicos. 
Pois bem, eu confesso que tenho alguma dificuldade em perceber porque motivo é que a grande maioria dos trabalhadores em Portugal têm de trabalhar 40 horas e os funcionários de algumas autarquias podem beneficiar de 5 horas a menos na sua semana de trabalho. 

Eu bem sei que corro o risco de ferir susceptibilidades caso alguém leia este post e seja funcionário público destas ou doutras autarquias. Mas eu trabalho 11 horas por dia, ao sábado por vezes ainda vou trabalhar e não ganho o equivalente a essas horas todas, nem de longe nem de perto. Feitas as contas, de segunda a sexta são 55 horas. Se um dia eu trabalhar 40 horas por semana, até vou estranhar, quanto mais trabalhar 35 horas.

Na minha humilde opinião, um trabalhador das autarquias não devia ser beneficiado em detrimento dos restantes trabalhadores no nosso país.

7 comentários:

Suricate disse...

35 horas de trabalho por semana é manifestamente pouco. Foi a diferença brutal existente entre o público e o privado que nos ajudou a chegar onde estamos. Há muito funcionário público trabalhador, toda a gente sabe disso, mas toda a gente sabe também que NÃO o são a grande maioria. E mesmo na situação em que estamos conheço muitos que a única preocupação que têm é usar os pontos e as virgulas da lei relativamente aos seus direitos unica e exclusivamente: Faltas, dispensas, horas de almoço, intervalos para café, horas para o sindicato...o resto que espere.

♥Cat disse...

Sem dúvida! Não percebo porque é que os funcionários públicos têm tantas regalias e, em termos salariais, são equivalentes aos privados...

Catarina disse...

Eu também não percebo bem... Mas o que realmente me faz uma certa confusão é o porquê de muitos dos serviços públicos (como por exemplo as finanças) estarem fechados à hora de almoço, bem sei que todos têm de almoçar, mas podiam fazer turnos, para que as pessoas que trabalham noutros locais pudessem aproveitar a sua hora de almoço para tratar de assuntos sem ter de faltar aos empregos!
Mas isto sou só eu a pensar alto! :P
Beijinho*

Eva Luna disse...

Eu tb não percebo..

Horas Desnaturadas disse...

Concordo! Há coisas que já deviam ter mudado há muito em pro dos trabalhadores. Mas de todo que esta não era uma boa medida. Deviam sim, era investigar empresas em que as pessoas trabalham ainda como escravas em vez de dar boas regalias a uns que por si só, já as tem e muito por trabalhar pro estado.

Leonor disse...

Também concordo. Não faz sentido.

Miss S. disse...

Concordo plenamente. Maioria trabalha 40h sem contar as horas extras que nem recebem!