segunda-feira, 10 de março de 2014

Marmitar.


Marmitar
Um verbo que achava eu que não existia (e nem sei se existe, para ser sincera). 
Mas a verdade é que muitos dos portugueses já se habituaram a incluir a palavra "marmita" na sua linguagem. Lembro-me de ir a passeios com a minha avó e levarmos uma marmita, mas penso eu que com o tempo foi-se perdendo esses hábitos. 
Agora, com a tão famosa crise, parece que voltaram os velhos hábitos. Há quem leve marmita para o trabalho. Eu tenho a sorte de me darem o almoço no trabalho e, por isso, não tenho de recorrer ao tupperware com comidinha, mas se tivesse de o fazer, não me incomodaria nada. 

Tudo isto para dizer que este fim de semana fui para um encontro nacional de casais de um grupo a que pertenço e duas refeições estavam incluídas, mas o almoço de sábado não. Podíamos ter ido a um restaurante, mas todos nós recebemos e-mail a convocar um almoço convívio e cada um devia de levar a sua marmita. Eu adorei a ideia e acho muito bem. É diferente. E se se poupa algum dinheiro, eu diria que o melhor mesmo é estarmos todos à volta de uma mesa a conviver, a petiscar isto ou aquilo do "vizinho", a partilhar. 


Por isso, só posso concluir que marmitar é o que está a dar :)

12 comentários:

medusa disse...

aqui na Suécia toda a gente leva a marmita para o trabalho...aliás para todo o lado!

Miss Purple disse...

Sem dúvida !!
Eu como moro perto do trabalho, almoço todos os dias em casa, mas no outro trabalho a marmita ia comigo todos os dias!

disse...

Eu também recorro à marmita diariamente e poupo imenso dinheiro :)

Sem Jeito Nenhum Blog

CS disse...

Eu cá marmito todos os dias ;) Exclui fins-de-semana.

Maria disse...

A marmita veio mesmo para ficar....e é na verdade até acaba por ser de vários pontos de vista um bom hábito!
Bjs
Maria

ML disse...

Eu devia adotar esta coisa do "marmitar"! Poupava uns trocos ao almoço!

Ah e em grupo, em férias e em viagens tb faço muitas vezes piqueniques e é tão bom!

Hibiscus disse...

É mesmo o que está a dar e eu acho bem :)

Wendy disse...

Eu até acho que é um conceito bastante útil, sobretudo nos dias de hoje :)

Estrelinha Sónia disse...

Acabas por fazer uma alimentação melhor e poucas muito dinheiro :)

Coquinhas disse...

Eu levo marmita para o trabalho (e para todo o lado que sou uma esfomeada ahah)

Portuguesinha disse...

Afloras uma questão muitas vezes negligenciada: a marmita solta mais as pessoas durante um convívio, aproximando-as. É tema de conversa (o que trouxeste tu?), oferecem-se partes para os outros provarem, é algo que culturalmente pertence a um momento de maior partilha. Num restaurante tudo é mais impessoal. Cada qual como do seu prato e se alguém for muito engraçadinho começa-se logo a stressar. Somos também mais sérios, preocupados com sinais de falta de higiene ou profissionalismo... Mas quando mudamos de ambiente a marmita é como se fosse um pique-nique! :D

Choques Rosa disse...

É o que está na moda, e eu sou fã!:)