domingo, 27 de abril de 2014

Sei lá porque razão escolhemos este filme.

Há imenso tempo que não íamos ao cinema. Cá em casa vemos filmes mas ultimamente não aguento e acabo sempre por adormecer, coisa que no cinema não acontece.
Sexta feira à noite lá decidimos que íamos ao cinema. 
E o filme? Bem, lá fomos ver as opções disponíveis e sinceramente fiquei a achar que o cartaz atual não anda muito interessante. Mas como queríamos ir escolhemos um, um pouco às "escuras" e sem saber bem o que poderíamos contar. A opção foi o "Sei lá", um filme português. 




"Madalena tem 30 anos e é subitamente abandonada pelo amor da sua vida, um misterioso espanhol chamado Ricardo. Apoiada pelas suas melhores amigas, Mariana, Catarina e Luísa, tenta reconstruir a sua vida e conhece Francisco que tudo faz para que ela esqueça Ricardo. Mas as coisas complicam-se quando Ricardo reaparece… Sei Lá é um retrato das mulheres de trinta anos – dos seus sonhos, medos, dúvidas, ambições, fraquezas e preconceitos – na perspetiva de Madalena, que descobre que as pessoas raramente são aquilo que aparentam."


Se é um filme espetacular?
Não, não é. Nem tão pouco é marcante. É um filme para se ver, uma coisa muito ligeira. No fundo, as personagens principais procuram o mais difícil de encontrar: o amor verdadeiro. Claro que há muitos clichés neste filme, sendo o principal o facto de todos os homens serem uns grandes cabrões. 
As interpretações são assim assim, a história é assim assim, o filme basicamente também é assim assim. 



16 comentários:

Sofia disse...

Por acaso, é daqueles filmes em que sei que não vou perder nem sequer um segundo.

ML disse...

Não estou a pensar vê-lo no cinema mas confesso que é um filme que me desperta a curiosidade. Vai ser daqueles para ver em casa no sofá! :)

Estrelinha Sónia disse...

eu estou como a ML, quero ver o filme mas em casa :)

Hermione disse...

Já não faço assim um programa de cinema há anos. É caro e por mim é uma arte que não me agrada particularmente. Prefiro ir ao teatro, ou a um concerto musical.

Joanna disse...

É baseado no livro da Margarida Rebelo Pinto, acho que ser "assim assim" é perfeitamente normal :)

Suricate disse...

Concordo com Joana:) ser assim-assim já é uma sorte...fazer-se um filme com base "naquela escrita", ninguém está à espera de nada muito elaborado:) que isso cansa muito e não é para todos:)
(Para te manter acordada: 3 dias para (ou matar ou morrer, não me lembro...ahahah)...Kevin Costner:)

Catarina disse...

Também já ouvi dizer que não é nada de especial mas por acaso não vi! :S
Pelos vistos não perdi muito! :P
Beijinho*

Moa disse...

Acho que não vou ver...

Opinante disse...

Não sei se me convence...

medusa disse...

eu não perdia o meu tempo nem gastava o meu dinheiro nesse filme...

Leonor disse...

Não tenho grande curiosidade.. Mas talvez porque já li um livro da Margarida Rebelo Pinto e não gostei muito.. Mas talvez veja em casa.. :)

C*inderela disse...

É como o livro: assim-assim. :)

Hibiscus disse...

Eu quero ver esse filme por curiosidade mas em casa :)

Letrinhas disse...

De facto, os filmes que estão em cartaz não são nada apelativos. Vou deixar que passe esta maré e depois volto a ir ao cinema :D

liliana p disse...

Também sou da opinião que vou ver esse filme mas é em casa, porque quero vê-lo por curiosidade, mas pelo que tenho visto de opiniões não compensa muito o dinheiro do cinema!

Choques Rosa disse...

Eu que sou presença assídua no cinema, já não vou lá há tanto tempo, realmente o cartaz não está nada apelativo, mas quero muito ver este filme :)