terça-feira, 24 de junho de 2014

Público VS Privado

Quando li este post, da minha querida Timtim Tim, fiquei a saber que atualmente já é possível partilhar fotografias no Facebook de mães a amamentar filhos.
Mais uma vez  vem ao de cima a questão relacionada com a forma como cada um encara a forma como expõe publicamente certos aspetos da sua vida privada.
Eu quero pensar que as mães têm fotografias suas a amamentar os seus filhos, mas daí a colocá-las numa rede social, acessível a muita gente, vai um grande passo. Quer dizer, pelo menos para mim.

Recentemente no facebook, tive uma colega de faculdade que teve um menino e no dia do parto, foi vê-la a postar fotografias com as enfermeiras, com a parteira, com indicações (de hora a hora) de quantos centímetros de dilatação tinha, etc. Até tinha medo que a qualquer momento surgisse um vídeo de um momento mais particular do nascimento.

Há coisas que devem ficar para nós. Há momentos que devem ser vividos de forma tão intensa que pensar em ir ao facebook dizer isto ou aquilo só estraga e quebra o sabor de certas situações. 

 foto daqui*

16 comentários:

Suricate disse...

Quanto mais está na moda expor, mais me retraio e me escondo.

Magda E. disse...

isso tb me faz muita confusão... são momentos tão nossos, tão especiais, que por muito que se queira contar ao mundo o quanto nos faz felizes, deveriam de permanecer só para nós.

Catarina disse...

Eu concordo inteiramente contigo! Acho que devemos demonstrar a felicidade, mas não é preciso fotos mais privadas, nem detalhes tão íntimos... Beijinho*

Leonor disse...

Também me faz confusão. Mas eu não publico quase nada no facebook. Tenho, por exemplo, uma amiga que tem uma foto de bikini como foto de perfil.. Eu não o faria.

Pequeniña disse...

É gente exagerada. Há pessoas que fazem a biografia no facebook, com TODOS os momentos e mais alguns. Não há paciência!

Linhas Cruzadas disse...

Enfim...
Há cada uma...

Ana Nunes disse...

Estou totalmente de acordo. Há mesmo coisas que devem ficar para nós. E compreendo que quando se tem um filho, ainda para mais, acabadinho de nascer que a vontade é mostrar ao mundo inteiro o nosso filho mas, pessoalmente, não faria essa exposição.

Miss Purple disse...

Também concordo...há coisas que se devem manter bem privadas !

Choques Rosa disse...

Não podia concordar mais! Eu fico assustada com a exposição cada vez mais detalhada da vida das pessoas, onde será que vamos parar?

R* disse...

Mas eu pergunto-me: faz sentido publicar uma foto dessa intimidade? -.-

Ju disse...

Concordo contigo. Há pessoas que exageram.

C*inderela disse...

Eu continuo na minha, amamentar é um acto natural e normal mas a mama continua a ser nossa e a ser algo intimo! Em público ou em fotos, há que manter a máxima discrição possivel.

Inês S. disse...

É a era da exposição tecnológica. Confesso que só tenho conta no Facebook para manter contacto com amigos e familiares mais distantes mas é raro publicar algo ou actualizar fotografias. É um rede que só serve para coscuvilhar e partilhar coisas que muitas vezes nem deviam ser partilhadas.

Boboquinha disse...

Acho que cada pessoa deve ser genuina e viver o momento conforme o sente.

Por isso conjecturo a possibilidade de algumas mulheres gostarem realmente de partilhar detalhes mais utilitários, como os centimetros de dilatação, a primeira fralda mudada, a primeira amamentação, a genitália da prole, etc...

Cada qual sabe de si. O que agora neste universo das novas tecnologias não tenho certeza é se as pessoas estão a ser elas mesmas, genuínas, ou se apenas usam o filho/a para um prolongamento da autopromoção facebookiana. Como se "não existissem" se não mantivessem vivo o vício de receber comentários às suas publicações cada vez mais íntimas.

Moa disse...

Nunca vou compreender isso, são momentos intímos caramba!! A minha cunhada meteu um foto da bebe acabada de sair do útero, cheia de sangue...a sério?!!

Outra Maria disse...

eu concordo contigo há coisas que sao nossas... mas cada um é livre de postar o que quiser.