quarta-feira, 9 de julho de 2014

As visitas que nunca mais acabam

A Pimentinha nasceu e é mais que natural que a curiosidade de familiares e amigos seja muita em ver o rebento. 
Até aqui, tudo bem. 
A questão é que desde que ela veio para casa, que todos os dias temos gente cá em casa. Ora são os avós maternos, ora são os avós paternos, ou os tios, ou as tias, ou os primos, ou os primos mais afastados, ou as colegas de trabalho, ou os vizinhos da avó, etc, etc, etc. 

Neste momento, eu gostava de um pouco de sossego. A sério que gostava. De estarmos só os três cá em casa, sobretudo ao fim do dia. Já tivemos pessoas a vir cá a casa perto das 21h e a sairem de cá por volta das 22h30. Ora neste horário, nós já devíamos estar em modo de "vamos preparar-nos para mais uma noite". Em vez disso tínhamos cá visitas. Já para não falar das visitas a meio da tarde, mesmo à hora do lanche. 

Já tinha lido em alguns livros que os pais podem e devem manifestar-se quando as visitas já o são em demasia e quando sentem que isso afeta o dia-a-dia. O problema é que eu não consigo dizer que "não" às pessoas. Quando me mandam mensagem ou me ligam a perguntar se podem vir cá a casa, eu não consigo dizer que não. E sei que ainda há umas quantas pessoas que não vieram (ainda) mas que não tarda nada virão. Se ao menos viessem todos de uma vez, a coisa ficava resolvida.

Acho que não tarda nada, vou começar a impor algumas restrições para ver se isto acalma. Quer dizer, vou tentar. 


[acho que a partir de agora, vou pensar bem na hora de ir visitar um bebé que tenha nascido. Vou dar tempo ao tempo e tempo aos pais e só depois disso é que apareço.]




10 comentários:

Estrelinha Sónia disse...

Os únicos recem-nascidos que visitei assim tão cedo foram mesmo os meus sobrinhos... De resto acho que o primeiro mês é para os pais :)

Outra Maria disse...

Tens de dizer não... filha e mae precisam mesmo de descanso nos primeiros tempos... eu normalmente, não visito recem nascidos logo nas primeiras semanas porque sei que precisam de sossego... eu ja fui mae e sei do que falo... um beijinho e felicidades

Moa disse...

diz que não, tens de pensar em ti! Vias ficar esgotada.

Ana Nunes disse...

Acho que fazes bem em tentar impor-te um bocadinho. Tudo bem que as pessoas gostam de visitar agora a bebé mas, acima de tudo, tem de estar o vosso bem-estar e o da bebé. Se os três estiverem 'rabugentos' e sem paciência para nada, como vão ser agradáveis e receber bem as visitas? :)

CS disse...

Importante que seja o pai a dizer que não, a explicar o quanto a mãe precisa de sossego e o bebé também. Além disso, é muito perigoso o bebé receber visitas antes de 1 mês de idade em que são imunodeficientes. Eu tive a sorte da minha família ser muito respeitadora do espaço dos outros. Além disso, nunca tirei a Alice do quarto para ver ninguém caso tivesse a dormir. Primeiro ela, depois os outros. Tens que colocar o pai a resolver estas questões e se forem da tua parte, diz claramente que têm sido dias complicados e ainda difícil de gerir rotinas. Combinam mais para a frente. Fala que o médico proíbe visitas no primeiro mês. Protege-te. Os primeiros tempos são os mais difíceis. Bj

Miss Purple disse...

Eu costumo respeitar e os primeiros meses deixo sempre para a família mais próxima. Acho que se deve respeitar a sério esse tempo.
Enfim ... as pessoas não se tocam mesmo! Mas fala :)
Não podem levar a mal!

Magda E. disse...

Tens mesmo de dizer que não. Ter um recém nascido em casa é desgastante e precisas de descansar. Se não o fizeres não estarás nas melhores condições para cuidar da tua pimentinha. Felizmente por cá as visitas não têm sido tantas o que eu agradeço.

Joanna disse...

Antes de mais... muitos parabéns por esta nova fase da tua vida!! :D hehe, deve ser um consolo tão grande ser mamã :')

É normal que as pessoas queiram visitar-vos, mas também é perfeitamente normal que se cansem de tanta agitação todos os dias... às vezes sabe bem termos o nosso cantinho e o nosso tempinho. É indispensável!

Beijo**

Jardim de Algodão Doce disse...

Parabéns pelo nascimento da pimentinha. Quando vier o segundo bebé pimenta não terás qualquer receio em dizer que não :) No primeiro filho é tudo tão mais " complexo" aos nossos olhos. Um beijinho e saboreia o tempo com a Pimenta bebé. Passa depressa.

Paula disse...

sem medo de parecer mal criada, impusemos restrições.
A família mais chegada, pais e irmãos, foram convidados a ver o rebento, sem pegar ao colo - ordens da pediatra.
Depois sem visitas durante um mês. Fez-me imenso bem para recuperar das cesarianas, a nós das noites em claro e ao bebé, que o precisa é paz e sossego - também ordens da pediatra. Iamos com a lição sabida e com "ordens da pediatra"!
Boa sorte!
vidademulheraos40.blogspot.com.