terça-feira, 18 de novembro de 2014

Eu escrevo a carta ao Pai Natal por ela.

Quando era mais nova, recebia poucos presentes no Natal. A família não era grande e havia sempre gente que dava dinheiro em vez de um presente. Por isso, recordo-me bem de haver Natais em que recebia uns 3 brinquedos. É por isso, que com alguma estupefacção, hoje em dia percebo que muitos miúdos recebem para lá de dez presentes. Em algumas casas deste país é uma loucura pegada. É presentes e mais presentes. E tenho em mim que esta criançada acaba por não dar muito valor ao que recebe. É tanta coisa que às tantas brinca-se com tudo e depois deixa de se brincar com nada. 
Eu recebia poucos presentes é um facto. Mas dava muito valor aos poucos que recebia.

Assim sendo aproxima-se o Natal e a loucura com os brinquedos para a pequenada também. Já fui avisando alguns familiares que brinquedos dispensava para a Pimentinha. Prefiro coisas mais úteis: roupa, por exemplo. Ela agora cresce a olhos vistos e o que compramos ontem, amanhã já deixa de servir.
Mas já me foram torcendo o nariz a isso. Parece que querem dar brinquedos. Afinal é o primeiro Natal da rapariga. Pois é, mas ela não se vai lembrar de nada...

O único presente que eu queria assim muito, muito, muito para a Pimentinha era isto. Não será para uso imediato mas daqui por uns tempos fará jeito.



E pronto, já ficávamos todos satisfeitos.

12 comentários:

Miss Purple disse...

Também sou apologista de que quando ainda são bebés mais vale dar roupinha do que brinquedos. Ainda não ligam quase nada.
Aos filhos dos meus amigos fazia isso. DAva roupinha e dava um miminho de brincar. Agora, que já têm quase 3 anos, já dá mais gosto comprar um brinquedo!

Pirata disse...

Realmente é verdade! Aqui em casa, perguntamos sempre ao Piratinha o que quer mas foi ensinado desde cedo que o Pai Natal só pode trazer 3 brinquedos. E ele realmente todos os anos pede só 3 coisas. Acaba sempre por receber mais porque existe sempre alguém que dá mais algum. Mas a verdade é que ele dá sempre mais valor ao que pediu e fica todo contente! Também comprei esse à uns anos. Agora têm a minha afilhada. Beijos

Tanita disse...

É um exagero, vejo isso pelo meu filho.
Mas eu não lhe deixo brincar com todos ao mesmo tempo, vamos guardando e dadno faseado

Moa disse...

A minha filha tem uma mesa dessas e pelos 7/8 meses ( se não me engano) começou a brincar muito com ela e a achar muita graça. Faz como eu, esconde alguns dos brinquedos que receber e vai-lhe dando durante o ano, quando já se tiver cansado dos outros e depois podes sempre dar alguns a crianças carenciadas. Tentar impedir que a família lhes dê mil e um brinquedos é muito difícil...

Catarina disse...

Em minha casa normalmente era só um ou dois brinquedos no máximo por Natal... É que nós somos três e não dava para mais... Claro que depois os amigos mais chegados davam mais alguns, mas da família principal era só mesmo isso... :)

Uba disse...

Nós também dizemos isso, queremos ROUPA!
Brinquedos damos nós pais. Obviamente que os avós e as tias acabam sempre por dar um brinquedinho. Não há como escapaR!

A Tulipa Azul disse...

Ela ainda é pequenina não dá muito valor aos brinquedos, a roupa faz mais jeito.:)

Suricate disse...

"Educar" a família é mais difícil do que educar a Pimentinha;) por isso resigna-te e guarda os brinquedos que consideras em excesso e depois vais dando enquyanto ela se vai cansando:)

jinhooooooosssss

Tulipa Negra disse...

R: Confesso que sempre recebi muitos presentes. Primeira filha e do lado materno foi neta única e sobrinha única durante alguns anos por isso era tudo para a princesa mas sempre adorei cada um dos meus presentes e era super cuidadosa com eles e fartava-me de brincar. Acho que também depende muito dos valores que são incutidos à criança e até da própria criança.

Tulipa Negra disse...

R: Também gostava muito que ela me voltasse a chamar... Pode ser que sim =)

Ana Raquel disse...

A minha tem, era da irmã.
A irmã era louca pela mesa, mas esta n liga tanto...

Magda E. disse...

pois, hj em dia é mm isso. tb dispenso muitos brinquedos da lista mas entram sempre e o que faço é guardar alguns para ir dando ao longo do ano.