sábado, 23 de maio de 2015

Dramas femininos

Estou aqui numa indecisão: amanhã tenho uma comunhão (a primeira de três em fins de semana seguidos). Já escolhi o vestido (usado) e os acessórios também eles reciclados de outras andanças. Com tantos vestidos cá em casa sem grande uso, nem pensei sequer em comprar mais.

O meu problema relaciona-se com os sapatos que vou levar. 
Tenho cá em casa uns sapatos pretos de salto alto, mas cujo uso tem sido nulo nos últimos tempos. Se andar de tacões para mim nunca foi fácil, então agora nem se fala: andar com uma bebé ao colo fez com que, acima de tudo, dê prioridade ao meu conforto nos pés. É mais prático para mim andar de sabrinas ou calçado raso. 
Pois bem, tenho os tais sapatos de tacão pretos e umas sabrinas pretas. 
E estou a ponderar se vou toda pipi, de salto alto, mas desconfortável. 
Ou se vou de sabrinas rasas, confortável mas sem aquela pose e atitude de quem está de salto alto.

Eu até podia fazer um mix: ir de salto alto e andar até me aguentar. E depois trocar. Mas estou seriamente a ponderar assumir aquilo para o qual não nasci e deixar os saltos altos cá em casa.

2 comentários:

Leonor disse...

Acredito que dependa das pessoas mas, a meu ver, uma comunhão não exige nada muito formal, por isso também iria de sabrinas.

Diana Moreira disse...

Eu ja assumi que sou uma mulher se rasos e uso sempre em qualquer ocasiao, conforto acima de tudo