domingo, 13 de setembro de 2015

"Os bons pais não podem viver os seus tempos sequestrados pelos tempos dos filhos"

Os bons pais adoram os filhos e adoram estar sem eles! Mas os bons pais não podem viver os seus tempos sequestrados pelos tempos dos filhos. Pais que namoram todos os dias são melhores pais! Pais que confiam os filhos à guarda dos avós ou dos tios, uma vez por mês, ao fim de semana, amam-nos mais!
Eduardo Sá, Crónica Porque sim não é resposta - Manual de instruções para uma criança feliz in Revista Pais&Filhos, Agosto 2015. 

É muito bom ser mãe, mas depois há aquelas alturas em que sentimos falta de sair, de espairecer a dois, de ir a um restaurante e não levar bonecada nem babetes atrás. 
É um facto que sinto falta disso. 
Uma vez que os meus pais não ficam com a neta (porque ela dá muito trabalho...ah pois!), resta-me a minha sogra que é um amor de pessoa e está sempre de sorriso na cara. Mas custa-me pedir-lhe porque já é ela que fica com a Pimentinha durante a semana enquanto vou trabalhar. São muitas horas e ao fim de semana, tentamos sempre que a minha sogra tenha algum descanso, mas... às vezes sabe bem usufruir de umas horas a dois. Já nem me lembro de quando fomos jantar os dois sozinhos. Isso faz falta a um casal. 
Ontem entregámos a filha à avó e fomos então matar saudades dos tempos em que éramos só dois. Fomos jantar à Foz do Porto e depois rumamos ao centro da Invicta. E este sábado, o Porto esteve a loucura, com o NOS em D'Bandada. Por momentos, pensei no que andamos nós a perder. Era gente por todo o lado e soube bem ver o Porto assim tão cheio de gente de idades diferentes, de nacionalidades diferentes. O Porto está na moda e este sábado viu-se bem isso! 
  

 




4 comentários:

CS disse...

Janto sozinha com o meu quase todas as noites ;) quando os 2 já estão a dormir. Fora de casa sozinhos já tem mais de 3 anos :) É opção nossa...

FME disse...

Acredit que saiba mesmo bem de vez em quando!

O Quarto da Maria disse...

A minha Maria é tão pequenina que confesso, ainda não sinto essa necessidade. Mas lá está, passou ainda muito pouco tempo...

ML disse...

Quando era só o Diogo passava pelo mesmo. A minha mãe ficava com ele durante a semana e custava-me horrores pedir-lhe para ficar ao fim de semana. Agora com o nascimento do Dinis ainda mais me custa pedir para ficar com os dois... já fez 5 meses e ainda não tivemos o prazer de ir jantar fora os dois. Faz-me falta.
E sim o Porto está na moda e eu ando a perder algumas coisas... Ai que saudades!

(Sim, sei que ganho outras mas sinto saudades de ter essa liberdade... a dois!)