sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Nem sempre as promoções são boas amigas

Esta semana, quando fui ao Pingo Doce, vi que alguns chocolates já estavam em promoção. Pensei em trazer uma caixa de Rafaellos e de Ferreros para quando chegasse o Natal oferecer a esta ou àquela pessoa. Mas depois pensei: conseguirei eu ter uma caixa de Rafaellos até finais de Dezembro em casa sem abrir? 
Claramente, a estratégia é boa: uma pessoa olha para a promoção e pensa que o melhor é antecipar as compras dos típicos chocolates de Natal. 
Mas depois eles vão estar em casa a olhar para nós. 
E nós vamos cair em tentação e vai chegar o Natal e não os vamos oferecer pois já foram comidos. 
Vai daí, passei pelos ditos chocolates e ignorei-os. Não os trouxe comigo. 

[mas isto foi muito fácil porque não eram os chocolates da Merci que estavam em promoção. Porque esse serão sempre os meus preferidos. E esses eu não os conseguiria ignorar.]

8 comentários:

Timtim Tim disse...

Como não sou muito fã de chocolate, cá em casa duravam de certeza, desde que só eu soubesse onde estavam.

Minnie Me disse...

Concordo totalmente.. E bem antes do natal vão haver 1001 promoções :)
beijinhoOOOooO*

Linhas Cruzadas disse...

Ai os Rafaellos... Até salivei só de pensar.

Moa disse...

Eu aproveitei os brinquedos a 75% e já comprei para a criançada toda.

MAG disse...

Comigo não havia chocolate que durasse até ao Natal!

VerdezOlhos disse...

Ahahahaa muito bem visto.
Eu trouxe rafaellos, esses sim os meus preferidos, mas quando cheguei a casa disse ao homem para os colocar num lugar onde não costumamos ir que é para nem nos lembrarmos deles até ao Natal xD

[B] disse...

Ui aqui em casa também não aguentava... Chocolate é coisa para durar muito pouco por aqui kkkkkk

Dora disse...

O meu avô dava-me sempre uma caixinha de Ferrero Rocher juntamente com a prenda de Natal. Eu sozinha, não os compro porque engordam! lol