quarta-feira, 14 de outubro de 2015

O que menos gostam de ver na conta de um restaurante?

O que mais me custa ver numa fatura de um jantar ou almoço num restaurante é o preço cobrado pelas bebidas. No outro dia, num jantar, por um lata de Ice Tea paguei 2,10€. Estamos a falar de algo que aos restaurantes fica perto de 0,40€. E acredito que haja restaurantes de topo em que o preço das bebidas ainda é mais exagerado. 
 

15 comentários:

rosa_chiclet disse...

os preços das bebidas e das sobremesas são sempre muito elevados..

miss sixty disse...

mesmo... no outro dia paguei 2,00€ por uma garrafa de água... (daquelas que vês normalmente no supermercado a menos de 0,50€) :/

Linhas Cruzadas disse...

Já somos duas. Sinto que somos roubados de forma descarada.

Carmo disse...

Sem dúvida, as bebidas são o que encarecem mais uma refeição, é uma roubalheira...

Miss Purple disse...

Eu fico-me pela água e às vezes já acho um roubo !
Enfim...

Timtim Tim disse...

É mesmo uma "roubalheira"!

Chic' Ana disse...

Sem dúvida que o preço das bebidas, que é proíbitivo e o preço das entradas!

Uba disse...

É a chamada chulice! lol

Shinobu disse...

40 cêntimos acho que é pouco. Pior que as bebidas, só quando me cobrem 1,20/1,40€ por um café no restaurante, imagina os ganhos que não têm ai!

Opinante disse...

E as entradas???

MAG disse...

Normalmente se for para almoçar no restaurante ali da esquina já tenho lata para pedir copos de água, se não já sei que vou ser roubada e peço vinho ou sangria...

Um Mundo a Três disse...

Já me aconteceu servirem-me agua do Pingo doce e na factura vir Água do luso - 2 euros... Haja descaramento!

ML disse...

É onde vão buscar o maior lucro bebidas e sobremesas! E quando nos servem aquelas garrafas mínimas? Que para nos satisfazer temos de beber umas 3?!

♥Cat disse...

É verdade! Têm um lucro brutal nas bebidas!

Portuguesinha disse...

Não como em restaurantes. Não tenho cachet para bancar essas regalias, pelo que o problema nunca se coloca.

Teria de estar muito segura financeiramente e já há muito tempo, para aceitar como normal esse gesto tão simples e corriqueiro.