quarta-feira, 18 de novembro de 2015

As crianças e a árvore de Natal. Será que dá confusão?

Estava eu no outro dia a imaginar como vai ser a reacção da Pimentinha quando vir a árvore de Natal na sala. O ano passado ela tinha 5 meses e a verdade é que o primeiro Natal dela passou-lhe um bocadinho ao lado. Foi mais engraçado para nós, como pais, do que para ela, que pouco ou nada percebeu do que se ia passando à sua volta. 
Este ano é diferente. Ela já fica a olhar, muito atenta, para a publicidade da bonecada que dá no canal Panda. Já entra na Toys'R'Us e já delira com o Panda, com a Heidi e com os peluches que se mexem e fazem sons. 
Mas e com a árvore? 
Sinceramente não me passa pela cabeça não fazer a árvore. Natal sem árvore de Natal não é Natal. Mas também não me apetece muito ver a árvore a cair em cima da minha filha. Duvido muito que consiga resistir às luzes a piscar e às bolas. Por isso, se calhar o melhor é redobrar o número de olhos e talvez, quiçá, pensei eu entretanto, amarrar de alguma maneira a árvore de Natal, com fio de pesca, a locais estratégicos para a coisa não virar. 

Bem, depois lá para os inícios de Dezembro, logo se vê o que é melhor! 

 

6 comentários:

Miss Purple disse...

Pois, estás sujeita !
Mas lá está, casa sem árvore nem tem piada :)

Nany disse...

Acho que as prendas dão mais confusão. As minhas continuam guardadas à espera da entrega do Pai Natal :)
Bjs

MAG disse...

Boa Sorte e que corra tudo bem! Com crianças esta época deve ficar ainda mais linda!

Minnie Me disse...

Os meus sobrinhos nunca foram á árvore...
Beijinho

Maria do Mundo disse...

Aqui por cada nunca Deu grande confusão. A gata é que faz a confusão toda.

Magda E. disse...

Nós montamos no dia 1, como sabes o meu filhote tem a mm idade da tua. MAs olha, meti-a em cima de uma mesa pequenina, a um canto, e tenho cada um dos sofás (2) a tapar-lhe a passagens, senão, trepador como é, a árvore não chegava ao natal.