domingo, 20 de dezembro de 2015

Dramas femininos

Este fim de semana tive o sábado de manhã livre (coisa rara) e então decidi ir ao cabeleireiro. A última vez que cortara o cabelo foi depois das férias de verão, em Agosto. Desde essa altura que o meu cabelo nunca mais viu uma tesoura. 
Pedi para cortar e enquanto estava na letra com o cabeleireiro não me fui apercebendo da tesourada que estava a levar. Quando a um dado momento, olho para o espelho com olhos de ver, pensei imediatamente que estava com o cabelo em metade do que tinha. 
Para já está esticadinho, todo bonitinho. 
Mas amanhã quando o lavar, ele vai voltar à sua rebeldia, aos caracóis e vai "subir" ainda mais. Amanhã vamos ter drama cá em casa, não tenho a menor dúvida. Vou preparar os lenços. 

5 comentários:

Maria do Mundo disse...

Agora já não, porque encontrei uma cabeleireira que só corta mesmo o que eu quero, mas antigamente saía sempre do cabeleireiro com as lágrimas nos olhos.

Diana Machado disse...

opá ! há-de estar lindo :)

[B] disse...

Como te entendo...

MariaXL disse...

Estou solidária! Aconteceu-me o mesmo há duas semanas atrás. Ainda me estou a habituar, mas depois penso" Ai, mulher, deixa-te disso! Cabelo cresce!" Cresce, não cresce? Eu rezo todos os dias é para que seja depressa!!!!

Miss Purple disse...

Ou podes gostar tanto que nem há drama :D