segunda-feira, 23 de maio de 2016

E então como foi a primeira ida à nutricionista?

Sempre fui uma pessoa de comer bem e de gostar de o fazer. 
Há pessoas que já fizeram dez mil dietas. Pois, eu não. 
Nunca fiz dieta a sério, porque por mais que me queixasse, sabia que, apesar de tudo, não detestava o que via ao espelho. Mas agora não posso negar que o peso está no máximo da minha existência. E a barriga, essa continua a estar lá e as mazelas de ter sido mãe (há dois anos, Pimenta!!!) continuam presentes. 
Posto isto, lá marquei uma consulta numa nutricionista, tal como aqui disse. 
Saí de lá um tanto ou quanto deprimida. Deu-me um plano para estes primeiros 15 dias. Daqui a duas semanas vou lá novamente mas durante este período, o melhor mesmo é eliminar massa, arroz e batata da minha alimentação.
COMO?! 
Eu não vivo sem massa. E arroz. Batata até dispenso... mas massa?! Arroz?! Pão, só mesmo se for de mistura ou centeio ou integral e apenas um por dia (adeus pãozinho bom com manteiga mimosa com sal...)
E outras tantas restrições, como fritos e estufados. Nada de carnes vermelhas e carne de porco. 



Já sei que tudo vem da cabeça. 
Se estivermos mentalizados para comer melhor e de forma mais saudável, tudo será mais fácil.
Mas isto de se fazer dieta pela primeira vez na vida e a sério custa. 
Custa muito. 
E a dieta ao almoço, durante a semana, vai ser um pesadelo. Almoço no trabalho e a comida de lá é tudo menos dieta. Nem salada tem. A sopa é carregadinha de batata. E carne de porco é o que mais se faz lá (se fosse lá uma nutricionista analisar as ementas levava as mãos à cabeça com tanto desespero!)

A ver vamos como é que isto vai correr. E só espero não desistir a meio do processo. 


8 comentários:

Isa Sá disse...

Com força de vontade vai correr bem!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

CS disse...

Leva marmita para o trabalho. É o melhor! No final compensa (diz quem nunca fez dieta e que, apesar de pesar o mesmo que antes de engravidar das 2 vezes tem uma zona abdominal a precisar de reparos urgentes).

Anónimo disse...

Não gosto desse tipo de dieta: "não pode comer isto e isso e aquilo". É meio caminho para desistir! Mas se for "come apenas 1/2 disto, 1/3 disso e 1/4 daquilo" já aguento.
Só fui à dietista uma vez, grávida, e mesmo assim nunca me proibiu de nada, mas deu a lista dos alimentos a evitar.
Se fosse eu reduzia apenas quantidades, que compensava com alimentos "bons".
Ah e para o trabalho: marmita!
Boa dieta!

estrela disse...

eu sei bem o que isso é....ando nessa luta e há 1 mês que ando a beber água morna com limão...sigo a nutricionista do namorado da minha amiga!!!
eheheheh é mais barato!

Tim disse...

força rapariga

Isabel disse...

Espero que a dieta não seja mto restritiva, senão pouco vai durar =| o truque e comer as coisas certas e reduzir as quantidades. Usa uma aplicação para te ajudar, o MyFitnessPal é porreira, E claro, exercício físico (nem que sejam uns 30/45 minutos de caminha rápida por dia). Força nisso :):)

Coquinhas disse...

Força pimenta tu consegues :D

A Mulher é Que Veste as Calças disse...

Quem me dera ter coragem! Também fui mãe há dois anos e engordei 20kilos no pós-parto e a força de vontade é que acaba ao fim de 3 dias. Espero que consigas!!!