quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O que não levei na minha mala de maternidade. E que não me fez falta.

Um dia destes aqui na blogsfera, num post de uma mamã grávida, vi o seu kit de maquilhagem que ela irá incluir na mala de maternidade quando for ter o seu baby. 
Fiquei surpreendida. 
Na altura, eu não levei maquilhagem nem produtos de beleza, levei apenas o básico no que diz respeito a produtos de higiene pessoal para mim. 
E devo dizer que os tais produtos de maquilhagem e afins não me fizeram falta nenhuma. Não me vou esquecer nunca dos dias que passei na maternidade após ter tido a minha filha. 
Ela nasceu num feriado, às 00h32 da manhã. 
Nesse mesmo dia, à tarde, perdi a conta às visitas de familiares e amigos que recebi. 
Tive a minha filha no privado e não houve propriamente limite de visitantes nesse dia, nem nos restantes. 
Lembro-me tão bem de, a meio da tarde, a enfermeira entrar no meu quarto e ver muitas pessoas lá dentro e basicamente ter "expulsado" aquele pessoal todo para fora do quarto. 
Naquele momento, ela foi um anjo para mim. 
Não tinha dormido a noite toda, estava há quase 48 horas sem dormir, as noites seguintes não foram as melhores. Não conseguia amamentar a minha filha. Não conseguia mexer-me em condições devido à cesariana. Não tinha experiência nenhuma com bebés, nem uma fralda sabia trocar em condições. A minha cabeça, ao fim de três dias na maternidade, parecia que ia explodir a qualquer momento.
Olhando para trás, foram dias complicados. Tinha sido mãe mas o cansaço extremo, as inseguranças e os medos tomaram conta de mim. E maquilhar-me era coisa que, naquela altura, não me passava pela cabeça. 

13 comentários:

Anónimo disse...

Eh pa... Estou a preparar a minha mala. Estava-me a esquecer da maquilhagem e já agora umas camisas de noite ultra sexys (curtas e transparentes), que é o que se vê na linha de maternidade das lojas! E uns livritos para ler nos tempos mortos, que isto de ir de "férias" para um resort de luxo com tudo pago não é para todos.
E já tenho a lista de séries para (não) ver nos meses de licença (se conseguir comer e dormir já me dou por contente). Vá... com sorte ainda dá para espreitar um livro de vez em quando.

Gorduchita disse...

Pessoalmente, nem tive tempo de preparar mala para a maternidade. Mas tenho a certeza que maquilhagem seria coisa que não me faria falta! lol

A mamã vai casar disse...

Maquilhagem????
Quem sou para criticar seja lá quem for e as escolhas de cada um, mas suspeito que essa mamã não vai ter tempo para a usar.
Foram os dias mais cansativos da minha vida. Sem dormir, só com visitas a toda a hora que não compreendiam que eu e a bebé só queríamos descansar, as dores do próprio parto em si...Aliás, mesmo em casa não me lembrei que maquilhagem existia durante muito tempo.

Um Mundo a Três disse...

Da primeira gravidez isso não me passou pela cabeça. Na segunda passou porque não me senti bem em receber visitas com aquele ar (apesar de das duas vezes terem sido visitas sempre muito restritas - avos e tios diretos, nada mais). Levei uma base para melhorar a minha cara de pós parto. Mas a verdade é que ela foi na mala e eu nunca mais me lembrei dela. Mas sim até me tinha feito bem, porque perdi imenso sangue fiquei super pálida e posteriormente com uma ligeira icterícia. A ideia até não é má de todo, mas na prática comigo e com a maioria não resulta.

CS disse...

As visitas na maternidade deviam ser restritas ao pai e avós e irmãos (se maiores). O perigo que levam todos os dias para o bebé é assustador. São poucos os casos mas infelizmente existem e conheço alguns.
No meu caso, das duas vezes, tive o pai, um dos meus irmãos, a minha mãe e a minha prima (como uma irmã). Mais ninguém. E só me visitaram 1 vez, com exceção do pai. No segundo, a Alice quase com 3 nem foi ao hospital.
Em casa, no primeiro mês, poucas ou quase nenhumas visitas. Felizmente rodeada por pessoas sensíveis e atentas.
Para a maternidade não levei maquilhagem mas levei um blush e creme hidratante para não matar ninguém de susto ;)

AMOR XXS disse...

Não me digas que nem levaste o alisador de cabelo? LOL. EU só usei um batom hidratante porque tinha os lábios super secos e a maternidade era super quente!
Bem, ter o meu filho na Neo - não podia receber visitas, só dos avós - teve o seu lado positivo: ninguém me chateou!

♥Cat disse...

Claramente não me parece uma coisa que me passasse pela cabeça. Mas eu estou a falar de fora que nunca passei pela situação...

Coquinhas disse...

Por acaso eu acho que de fosse agora fazer a mala meteria im corretor de olheiras e talvez uma base. Possivelmente nem usaria mas acredito que levasse porque nao me sinto bem sem corretor, por exemplo. Saio de cadsas em ele as vezes mas sinto-me sempre feia porque tenho umas olheiraso horrendas eheh por isso se tivesse uma mala de maternidade para preparar eu poria la uma maquilhagenzita e nao vejo mal nenhum nisso :)

Morango Azul disse...

Definitivamente há gente que não faz a mínima ideia de como são os primeiros tempos com um recém nascido...

Tulipa Negra disse...

Não sou mãe mas deduzo que a maquilhagem não seja a principal preocupação nessa altura :P

Moa disse...

da primeira vez, ainda lá meti uma base, um corretor de olheiras e um rimel...nem lhes toquei. Lá tinha cabeça e tempo para isso! Da segunda, já nem levei. Mas tenho uma amiga que levou e lá estava ela toda penteadinha e maquilhada, nem parecia que tinha acabado de parir!!

м♥ disse...

Acredito que se trate de uma escolha muito pessoal. Se a mulher utiliza maquilhagem diariamente, percebo que no hospital também o queria fazer. Não vejo mal nisso, apenas não percebo como pode ser uma prioridade para muita gente.

Sigo muitas youtubers e já me deparei com vários vídeos dos partos e coisas que tais e todas elas acabam por se produzir completamente para a hora de ter o bebé. Uma delas, em trabalho de parto, tirou uns 20 minutos para fazer uma maquilhagem daquelas com direito a tudo (não só para dar uma corzinha ou corrigir olheiras, é o tratamento completo mesmo!) para estar impecável para depois puxar. Valha-me deus! Eu tenho a certeza que nem pensaria no assunto (até porque não uso maquilhagem no dia a dia, normalmente) na hora, nem percebo como a pessoa tem força de vontade para se maquilhar enquanto está ali a ter um bebé, mas percebo que no pós bebé e nos dias de visitas, se sintam melhor com um bocadinho de maquilhagem para terem um arzinho mais saudável.

Xica Maria disse...

Maquilhagem? Nunca tal me passou pela cabeça! Aliás desde o parto ando sem maquilhagem para não borrar a miúda toda quando chego a minha cara à dela!