segunda-feira, 12 de junho de 2017

Das reuniões de trabalho.

Semana passada, a diretora do centro de estudo onde trabalho decidiu marcar uma reunião com todas as funcionárias. Tinha 24 assuntos para falar mas só teve tempo para falar em 17, até porque já passava das 21 horas e cada um tem a sua vidinha. 
A meio da dita reunião, ela pediu para cada uma de nós dizer um defeito e uma qualidade acerca dela. Defeitos todas nós apontamos prontamente. Qualidades foi mais complicado. Tivemos de pensar mais. Ela até que é boa pessoa, mas às vezes vive numa realidade diferente das demais pessoas. Nem toda a gente nasceu num berço de ouro como ela e quando assim é, eu penso que é muito difícil para ela perceber certos comentários de pais que sabem que ali paga-se tudo e mais alguma coisa. 

Mas adiante. 
Uma vez que ela nos pediu para indicar um defeito e uma qualidade acerca dela, nós pedimos que o fizesse em relação a cada uma das funcionárias. 
Assim sendo, a maior qualidade que ela me atribuiu foi o facto de ser muito organizada no apoio pedagógico que presto aos meus alunos e de puxar por eles na dose certa. 
Defeito? "Não gosta de me ouvir" - disse ela. 
Verdade, verdadinha, pensei eu.

Vai-se a ver e a minha chefe conhece-me melhor do que aquilo que eu pensava. 

2 comentários:

Gorduchita disse...

Isso nem é um defeito... é uma característica! ahaha

Coquinhas disse...

Ahahah ;)