quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Há que estabelecer prioridades na vida. Eu fiz as minhas.

Há uns belos meses, a minha rica patroa perguntou às funcionárias quem estava disposta a trabalhar em Agosto, uma vez que o número de miúdos reduz nesta altura do ano e não é necessário todas as funcionárias no ativo. Enchi-me de coragem e disse que caso fosse muito necessário, ela podia contar comigo mas a minha primeira escolha era não ir trabalhar em Agosto.
A decisão foi fácil de tomar para mim. 
Ora bem, o ano passado trabalhei uma semana em Agosto, gastei quase 40 euros em material que usei para fazer atividades com os miúdos (esses encargos não foram suportados pela diretora) e o que ganhei foi para pagar a segurança social. Fiquei quase louca, estava sozinha com um grupo de 12 miúdos, em que pelo menos 2 deles eram miúdos extremamente complicados, com diagnósticos daqueles bicudos. Tive de cozinhar para todos, fazer atividades, limpar tudo sozinha, abrir e fechar o centro, planear aqueles dias e as dinamizações que iria fazer. Tudo sozinha. 

Por isso, este ano pensei no quanto aquela semana foi demasiado penosa para mim. Quando digo que fiquei quase louca naquela semana, não estou a falar em sentido figurado. Não dormia em condições e, por isso, considero que há coisas que precisam de ser bem pensadas: a vida é feita de escolhas. 
Eu fiz a minha. 
Sei que fui comentada no trabalho ("é porque não precisa de ganhar dinheiro", disseram). Estando a recibos verdes, se não trabalho, não ganho. O dinheiro faz falta a todos. Mas a sanidade mental também. 

foto daqui*

11 comentários:

A mamã vai casar disse...

Eu faria o mesmo.
Dinheiro não é tudo, muito menos o mais importante.

Sys Arancia disse...

Sem saúde mental não há muito que possamos fazer.

Ellie disse...

Como te compreendo! E faria o mesmo com certeza até porque também estou a recibos verdes e sei bem como funciona. Mas também é preciso descansar ou corremos o risco de não ganharmos nenhum, ou muito pouco,por tempo indeterminado por termos ficado doentes...

Eva Luna disse...

Há coisas que não têm preço, sossego é uma delas.
Fizeste bem!

VerdezOlhos disse...

Fizeste tu muitíssimo bem! Realmente há coisas que não valem a pena e o esforço, e essa é uma delas. Ainda mais quando nos afecta a saúde. Além disso, as pessoas são muito rápidas a julgar os outros sem saber, por isso é ignorar. Beijinhos

J* disse...

E eu acho que fez muito bem! Independentemente do que digam só você sabe o que passou nessa semana. E repeti-la tenho a certeza que seria um sufoco! O dinheiro faz falta sim senhora, mas a nossa sanidade mental também. Aliás sem ela temos zero!
https://jusajublog.blogspot.pt/

Gorduchita disse...

Mesmo! Fizeste muito bem!

AMOR XXS disse...

Mesmo! O dinheiro não é tudo, já a nossa saúde é o que temos de mais importante.

Coquinhas disse...

Muita gente não entende, mas o dinheiro não é tudo

Joana disse...

Foi a escolha certa para ti, e eu concordo plenamente. Trabalhos há vários, saúde só há uma.

D. disse...

Sei bem o que é ter de tomar esse tipo de opções...fora as pessoas que acham que quem está a recibos não tem direito a ter "férias" e as outras todas que tendo tido contratos toda a vida acham que todas a gente recebe subsídio de férias...não há paciência.