segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Espírito natalício da minha querida boss.

Uma das meninas da minha sala ofereceu-me uma pulseira muito gira a dizer "Querida professora". Às restantes professoras que trabalham comigo, a mãe da M. ofereceu um chocolate de tamanho considerável para "dividir entre todas". 
O que fez a minha querida e estimada patroa quando viu o dito chocolate? Pegou nele e levou-o para o gabinete e ficou com ele. Todo. 

Sendo assim, o que importa mesmo não é o facto de não haver chocolate para ninguém, exceto para a minha querida diretora. 
O que importa, no meio disto tudo, é a atitude. 
E são estas coisas (e muuuuuuuuitas outras mais) que me fazem pensar se é mesmo isto que quero para a minha vida. E refletindo bem, esta atitude não é nada, comparando com algumas que ela tem tido nos últimos tempos. 
É triste. Uma pessoa que gere um sítio destinado a crianças, onde é suposto promover o seu bem estar, ser assim. 

7 comentários:

rosa_chiclet disse...

fogo.. uma atitude de mer**..

beijos***

Gorduchita disse...

Essa atitude diz muito da senhora... e não diz coisas boas!

J* disse...

Só consigo pensar que quem "educa" as crianças numa escola tem um papel de exemplo para elas. E essa atitude não tem nada de exemplo!
https://jusajublog.blogspot.pt/

Por detrás das palavras disse...

Que atitude desprezível...
Sendo um local onde frequentam crianças, onde os adultos são exemplo, esta foi uma atitude muito mesquinha.

Ellie disse...

Primeira coisa que pensei: que egoísta!
E, pensando bem, se calhar isso diz tudo...

Magda disse...

Que grande cab**! Desculpem lá! Felizmente trabalho num sítio muito "zen" como diz a minha patroa. Partilha td connosco, ouve as nossas opiniões, facilita trocas de horários qd os miúdos adoecem, enfim... ganho pouco, é verdade, mas a tranquilidade e o à vontade que tanto eu como a minha colega temos vale ouro!!!

Eva Luna disse...

Credo! :S