segunda-feira, 16 de abril de 2018

Por detrás de uma grande mulher, está um grande homem.

Não consigo compreender a lógica de haver (ainda) algumas mulheres que acham que engravidar é sinónimo de "manter" um casamento. 
Ter um filho é uma mudança radical na nossa vida. 
Já o senti com a S. e agora com o J. mais ainda. 
Gerir dois filhos e sobretudo o mais velho é um (enorme) desafio. E gerir a relação do casal também. E é por isso, que eu digo que a chegada de um filho pode ser um momento de crise para um casal. E saber evitar isto é o segredo. Se há soluções? Não. Cada casal tem de encontrar a sua própria solução. 
E a meu ver, quem já estava em crise antes de ter um filho, dificilmente resolverá os seus problemas depois do nascimento dele. 

Com a chegada da S., há quase 4 anos atrás, aliado ao facto de eu quase ter panicado da cabeça nos primeiros tempos, a coisa não foi fácil. A minha insegurança inicial, os meus medos e as noites mal dormidas deram (quase) cabo de mim. Felizmente, tive ao meu lado o maior pilar da minha vida: o meu marido. Se eu achava que ele era o meu Euromilhões, na altura tive ainda mais certezas disso. Ele soube ignorar as minhas respostas tortas às tantas da manhã, soube gerir as minhas crises de choro sem motivo aparente, soube amar-me quando eu mais precisava. 

Quando engravidei da segunda vez, jurei a mim mesma que tudo seria diferente. Já sabia para o que ia, como costumo dizer. Já sabia que o pós-parto ia ser complicado, que ia ter momentos de tudo, que ia sentir de tudo um pouco num só dia, que a casa não ia estar sempre arrumada para as visitas e que tudo isso faz parte.
Tenho encarado esta segunda experiência na maternidade de uma forma diferente. Continua a custar-me imenso as noites. Sem dúvida, é o que mais me custa. Mas respiro fundo. E tento não descarregar no meu Euromilhões: o meu Z. 
O meu Z. 
O meu trevo de quatro folhas. O meu pilar. O meu mais-que-tudo. 
Não tenho a menor dúvida que sou a mãe que sou graças ao pai excelente que tenho a meu lado. E nunca na vida vou conseguir arranjar as palavras certas e a melhor forma para agradecer ao fantástico homem, amigo, pai e marido que tenho cá em casa.  


6 comentários:

Mel disse...

♥ que bom!!!
concordo com tudo o que disseste e as noites também dão cabo de mim e do casal se deixarmos!!

bom dia querida Pimenta! =)

J* disse...

Ainda bem que assim é!
https://jusajublog.blogspot.pt/

Cisca disse...

Que linda declaração de amor!!
Acho que já agradeceste!! :))

Coquinhas disse...

Tão bonito :)

CS disse...

Lindo! Vida longa aos 4 ;)

Sonhadora disse...

Por motivos diferentes (o nascimento prematuro do meu filho), o meu marido também foi o meu pilar, acho que ele teve de sofrer em silêncio, ser forte por nós os dois para não me ir mais abaixo. Acho que nunce irei ter palavras suficientes para lhe agradecer.