quinta-feira, 6 de junho de 2019

A nossa escapadinha em terras francesas

Tenho algumas coisas para vos contar mas o tempo, esse continua a ser escasso e as prioridades acabam por deixar este blogue para um plano bem secundário. Hoje finalmente vim cá para vos contar um bocadinho da nossa viagem a Paris e à Disney em meados do mês passado.

Já vos tinha dito que tudo começou com a vontade da filha mais velha conhecer a Torre Eiffel que aparece em imensos desenhos animados. Decidimos então juntar o útil ao agradável e, uma vez que nós casal já tínhamos ido a Paris, achamos que um dia lá seria suficiente para a S. conhecer o básico dos básicos da cidade luz e depois rumamos à Disney e durante 3 dias vivemos o sonho das crianças e dos adultos. 

Foram 4 dias intensivos e mais cansativos do que inicialmente previsto. Como já não viajávamos há algum tempo para cidades europeias, já nos tínhamos esquecido do quanto cansativo pode ser este tipo de escapadinhas e acrescentar a isto o facto de levarmos pela primeira vez uma criança.

Em Paris, subimos até ao topo da Torre Eiffel, vimos o Arco do Triunfo e o Museu do Louvre. Nada mais. Tínhamos acordado às 3h30 da manhã nesse dia para irmos para o aeroporto e chegamos ao final do dia exaustos. 



No dia seguinte, apanhámos o comboio no centro de Paris em direcção à Disney e aí sim, a magia começou. Estivemos lá de quinta a sábado e eu já tinha lido várias coisas sobre a Disney, a começar pelas imensas filas que se pode apanhar para entrar nos divertimentos. O máximo que esperamos foram 50 intermináveis minutos para andar numa “tartaruga maluca” como apelidou a S. Uma espécie de montanha russa cuja altura a minha filha tinha mas que se eu soubesse o que sei hoje, nunca teria ido com ela para lá. Saí de lá a tremer por todos os lados e ela a odiar montanhas russas para o resto da vida dela. De resto, íamos gerindo os tempos de espera das filas através da APP da Disney que dá muito jeito. Andamos em coisas lindíssimas, vimos o desfile que acontece todas as tardes, estivemos com a Minnie, o Mickey, o Pluto e outros tantos.



Caminhamos como há muito não o fazíamos. E isso, sim, foi a parte pior. Gerir o cansaço dela e o nosso. Optamos por não levar carrinho de passeio, a S. já não anda em carrinho desde os 2 anos, só íamos com bagagem de mão e o carrinho iria “roubar” a oportunidade de levar 3 mini malas. Além disso, reconheço que há situações em que andar com um carrinho de passeio, no meio de tanta gente, causa algum transtorno. Arriscamos, não levamos, não estamos arrependidos. Mas tivemos de andar com a S. ao colo ou às cavalitas e isso ainda piorava o nosso cansaço.




Ficamos num hotel da Disney, tínhamos transporte regular e gratuito entre os parques Disney e o hotel – em menos de 5 minutos estávamos lá. 

Ficou uma vontade enorme de repetir a experiência, provavelmente já com o J. a também embarcar nesta aventura. Mas a repetir, vamos esperar que o J. seja mais velho e tenha mais resistência ao caminhar durante longos tempos. Para quem quiser ir, aconselho a fazerem pesquisas, a apontarem dicas, porque senti que isso ajudou-me imenso a tirar mais partido desta viagem que é inesquecível para os miúdos e também para nós, adultos. 

p.s. As fotos aqui publicadas não conseguem representar o que vimos, há coisas que por mais que possam ser descritas por imagens ou palavras, só conseguem ter o devido impacto quando são vividas e vistas ao vivo. 


3 comentários:

Ellie disse...

Uma viagem que quero muito fazer, mas vou esperar que o M seja um pouco mais velho. :)

Green disse...

Devem ter sido dias mesmo bons, bonitas fotos :)

Cisca disse...

Que booomm adoro!! Tenho de ir também, a C ia adorar !!
Quanto á tua pergunta, Aveiro ;)