quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Outra vez os piolhos. Mas desta vez houve a ajudinha da Head Cleaners.

O ano passado, a S. apanhou piolhos pela primeira vez na escolinha. Contei com a ajuda preciosa da minha cunhada porque eu, confesso, sou uma leiga no que diz respeito a este assunto. E num espaço de um mês, a coisa ficou tratada. 

O mês passado, fui-me apercebendo que a S. começou a coçar a cabeça mais frequentemente. Fiquei logo em alerta e pedi à minha cunhada para lhe ver a cabeça. Não tem nada, disse ela, é da tua imaginação, a miúda coça-se uma vez ou outra e tu stressas logo.

Desconfiei mas pronto. Dei o benefício da dúvida. Mas a coçeira continuava. Pedi outra vez para lhe ver a cabeça - eu própria já lhe tinha visto e achei que tinha visto lêndeas mas tendo em conta que não sou especialista, não podia ter certeza de nada. às tantas, quase no fim da inspecção, eis que apareceu um piolho.

Diagnóstico confirmado. 

Andamos umas 3 semanas a tratar do problema. Avisamos a escola - porque nestas coisas, não dizer nada é o pior, se ela apanhou, era sinal que mais miúdos andavam na escolinha assim e os pais têm todos de estar alerta e tratar. 
Mas tudo isto coincidiu com a mudança de casa da minha cunhada e estava a custar-me estar sempre a pedir-lhe para vir cá a casa quando sabia perfeitamente que ela tinha mil e uma coisa para tratar e fazer. E então lembrei-me da Head Cleaners. A Rita Ferro Rodrigues deu a cara por este projeto e sabia que já tinha aberto uma clínica aqui no Porto. Marquei e lá fomos nós. Achava eu que a S. já tinha pouca coisa mas enganei-me. Não é dos casos piores que por lá apareceu, contou-me a técnica mas pelo menos para mim, não estava à espera de ver tantos bichinhos a sair - e neste momento, imagino quem me está a ler a ter coceira na cabeça. 

Pois bem, gostei imenso do serviço, da ténica que disse que sem dúvida que isto é um porblema de saúde pública mas que ainda está repleto de vergonha e mitos. Ter piolhos faz quase parte do currículo de todos nós (eu também os tive em miúda) mas o importante mesmo é tratar. Dão garantia de um mês e durante este tempo, estamos como que salvaguardadas. Mas a vigilância tem de ser sempre, porque nós tratamos, mas há quem não o faça. A técnica disse-me que não podem dar garantia de que, por exemplo, daqui por 2 meses, a S. não volte a ter. Tudo depende do tratamento que os outros pais farão nas cabeças dos coleguinhas. 
Ontem voltamos lá para a sessão de revisão, após 5 dias de termos ido lá pela primeira vez. Ainda se apanhou 3 piolhos mas nada de lêndeas. Não foi a mesma pessoa que fez a sessão inicial e confesso que não senti tanta empatia no atendimento. Voltamos daqui por duas semanas, com a leve esperança de que tudo se tenha resolvido. 
Até lá, vamos passar a lendeira no cabelo - um pente específico que se vende lá e que é igual aos que as técnicas usam. E vamos rezar para que todos os pais façam a sua parte. 

5 comentários:

Coquinhas disse...

Eu cá também tive imensas vezes 🙄 mas a minha irmã era a exterminadora desses bichos 🤣🤣🤣

Sandra C. disse...

Isso é tão chato... tenho a sorte de aqui por casa, nunca tal ter acontecido.
Mas já ouvi falar muito bem desse pente!!

Beijinhos.
Sandra C.
bluestrass.blogspot.com

Green disse...

O problema é mesmo o que disseste, existirem pais que não tratam.

Eva Luna disse...

Tive que coçar a cabeça :D

Marilda Blasse disse...

Ola, olha eu qdo criança tive muito piolho, era horrível, até que na ocasião, minha mãe apos inúmeras tentativas e receitas, apareceu com uma loção onde após a limpeza era recomendado apos lavar os cabelos passar a loção e deixar secar naturalmente, essa loção não permitia que os piolhos achassem na cabeça o local ideal, foi a salvação,pq a loção evitava uma infestação, era como se fosse repelente, pq não adiantava minha mãe limpar minha cabeça, e eu ir pra escola e ficar próxima de outras crianças infestadas, era jogar tempo fora no processo de limpeza, mas com a loção nos cabelos isso foi resolvido. Qdo meu filho mais velho pegou ainda existia no mercado a mesma loção, não pensei duas vezes e aderi ao uso da loção na época de maior aparecimento e para garantir usava pelo menos uma vez na semana, ele teve piolho uma unica vez!
Ja procurei na internet mas não achei mais a loção uma pena pq com certeza seria otimo nessa epoca pra vc.
Porem talvez tenha algo similar hj, talvez valha a pena procurar.
um bju