quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

O presente de Natal do ano passado que me tem ajudado tanto!

Esta semana faz precisamente um ano que adquiri a minha Bimby. Digamos que foi o presente de Natal que o meu mais que tudo ofereceu aqui à minha pessoa. Claro está que na altura, não sabia que uns meses mais tarde ia sair a nova versão, se não teria esperado mais um tempo, mas não estou arrependida da compra.

Não vou negar que a Bimby requer no início algum tempo para a "estudar" e foi isso que me faltou logo, logo nos inícios. Durante os primeiros meses, pouco uso lhe dei. Até que entretanto, os meus horários e a gestão do meu tempo foi-se alinhando, juntamente com as idas a algumas MasterClass que me fizeram abrir os olhos.
A meu ver, quem tem Bimby só para fazer sopas não justifica minimamente o investimento. Mas também não vou dizer que faço tudo na Bimby. Há alguns pratos que continuo a preferir serem feitos num tacho tradicional, devido ao sabor que não consigo obter na Bimby. 
Mas apesar de tudo, o balanço é muito positivo: sobremesas é do mais fácil que há, consegui já fazer coisas que nunca na vida pensei fazer em termos de refeições e fazer as sopas cá para casa melhorou a olhos vistos. Quantas vezes deixava a sopa a fazer e quando ia ver o tacho, a água já tinha evaporado e os legumes estavam a cozer com pouquíssima água? Quantas vezes a fazer arroz, descuidei-me por causa de mil e um motivos e quase que a refeição era arroz colado ao fundo do tacho? 
Rejeito a lógica de quem diz que a Bimby é boa para quem não sabe cozinhar. Eu sei cozinhar e já o fazia antes de ter a Bimby. Só que agora é tudo mais fácil. Ainda não me rendi ao planeamento semanal das refeições e quem sabe se isso não será um dos grandes objectivos do nosso ano, mas que ajuda imenso a gerir horários e a facilitar a vida de quem tem 2 miúdos sempre a requerer atenção, isso é indiscutível. 



E já agora, se estão a pensar adquirir algo do género, pensem bem na hora de escolher a agente que vos vai vender a Bimby. Tive a sorte de me ter calhado uma agente impecável, sempre disposta a tirar todas as dúvidas e dar imensas dicas. Mas sei de quem não tenha tido a mesma sorte e parecendo que não, isso condiciona (e muito) a utilização futura da Bimby. 



E vá, isto até podia ser um post patrocinado mas não o é, porque eu não
 sou uma influencer e o meu blogue é uma formiguinha no meio 
deste mundo. 


3 comentários:

FME disse...

Eu não tenho bimby, tenho yammi e adoro! Ajuda muito na gestão do tempo e a fazer boas quantidades sempre saborosas!

Green disse...

Quando tiver a minha casa sem dúvida que esse será um investimento a ponderar, não sei se será bimby ou uma marca mais barata, a ver vamos.

Ana Rita Cortez disse...

Também tenho a bumbo (o teu modelo), já a tenho há 5 anos, comprei aquando o lançamento.
Confesso que ao início a usava imenso e agora dá-me preguiça porque não estou organizada e falar-me sempre algo.. a ver se mudamos isto em 2020.

Mas sim, passei a fazer brilharetes nas sobremesas